Em menos de um ano, o Pix transformou por completo a forma como as transações financeiras acontecem ao redor do Brasil. E ao longo dessa história ainda tão recente, a Shipay encontrou espaço para participar de uma revolução que nós já imaginávamos lá atrás, mas não poderíamos prospectar que tudo isso aconteceria com tanta velocidade.

Quando a empresa nasceu, focada em facilitar o recebimento de pagamentos digitais, as carteiras digitais (Mercado Pago, Ame, PicPay, etc) já estavam em trajetória de crescimento, mas o Pix ainda era um conceito distante da população. Sua chegada ao mercado mudou tudo. Hoje, a Shipay tem orgulho em estar presente em mais de 500 mil estabelecimentos comerciais, com atuação em todos os estados brasileiros. 

O sucesso do Pix é um dos grandes responsáveis por essa trajetória de crescimento. Os dados de setembro do Banco Central mostram que o sistema conta com cerca de 7 milhões de CNPJs cadastrados, além de 102 milhões de pessoas físicas que fazem parte do sistema. Em outras palavras, praticamente metade da população total do Brasil possui um Pix ativo. Isso ajuda a entender o crescimento acelerado do volume transacionado pela Shipay no varejo. Em julho deste ano, batemos a marca de R$ 1 bilhão em transações; em outubro, já chegamos ao patamar de R$ 2 bilhões transacionados. 

São parceiros e clientes de todos os portes, nos mais diversos segmentos, também construindo uma trajetória de modernização e inclusão financeira neste cenário de tantas possibilidades. Via de regra, a Shipay integra pagamentos digitais em lojas físicas, e-commerces, aplicativos e canais digitais. Nossa capilaridade perpassa de grandes grupos, como Porto Seguro e Burger King, até médios e pequenos varejos.

O mais fantástico em toda essa história é ser uma ferramenta de democratização financeira. Isso porque a integração facilita o fluxo de pagamento não só dos grandes grupos em seus diferentes canais, mas também daquele varejista de bairro que quer contar com uma solução mais prática e moderna para oferecer ao seu consumidor. 

Ao final de novembro, veremos uma nova fase do Pix que poderá facilitar ainda mais o fluxo das transações financeiras em todo o país. Isso porque o Bacen já anunciou que as funções Pix Saque e Pix Troco estarão disponíveis a partir do dia 29/11. Com essa função, os estabelecimentos comerciais que quiserem participar do sistema atuarão como agentes financeiros. É um passo extremamente importante principalmente para a população que vive em pequenas cidades ou distritos, que comumente podem passar por transtornos para ter acesso a uma agência bancária ou caixa eletrônico. 

Ganham as duas pontas, pois o cidadão é beneficiado pela inclusão financeira e as lojas facilitam a gestão de recursos em espécie, diminuindo os custos com segurança e transporte de valores. De um ponto de vista mais amplo, ganha o sistema como um todo, pois é uma política que tende a aumentar ainda mais a adesão ao Pix. 

A facilitação dos pagamentos digitais cumpre um propósito mais expansivo, que é contribuir para um mundo mais inclusivo e moderno. Em breve, teremos também a função do Pix Garantido, que vai permitir ao varejo realizar vendas parceladas com o Pix. A função é promissora, tendo em vista o comportamento enraizado do brasileiro de comprar a prazo. Gradativamente, veremos novas funções sendo lançadas e tornando o Pix cada dia mais dinâmico. 

No mesmo ritmo, a Shipay segue acompanhando essa agenda evolutiva, se antecipando e entregando soluções que descomplicam a vida dos nossos parceiros varejistas. Desde o nascimento do Pix, nos mantivemos empenhados na tarefa de conscientizar o varejo sobre os benefícios da plataforma. Observar este mapa com a Shipay presente em todos os estados é mais do que simplesmente uma conquista em números, é a comprovação que os nossos esforços estão valendo a pena e transformando a realidade de lojistas em todo o país. 

Quer saber mais sobre as nossas soluções e oferecer pagamentos digitais na sua loja?

Close Bitnami banner
Bitnami