O mês da Black Friday chegou e neste ano podemos esperar mais sites de compra sobrecarregados do que lojas físicas lotadas, em função da pandemia de Covid.

E se por um lado o ano vem sendo difícil para varejistas como um todo, as adaptações que tivemos em nosso cotidiano em função da pandemia serviram para impulsionar o E-Commerce.

Projeção da Corebiz aponta para um crescimento nas vendas de itens de moda de até 133%, em comparação à Black Friday do ano passado.

O ambiente digital foi fortalecido e o varejista, neste momento, precisa estar atento para acompanhar essas modificações e também ser proativo para contribuir com a familiarização de seus clientes.
Neste sentido, o ideal é que o varejista esteja tão preocupado com a experiência positiva do cliente quanto certamente estará com seu volume de vendas.

Com a chegada do PIX e o crescimento de pagamentos digitais, é também esperado que as fraudes financeiras estejam mais concentradas no ambiente digital.

As ferramentas digitais trazem mais fluidez para a experiência do cliente, assim como são vantajosas para o varejista por terem taxas mais atrativas.

Cabe aos varejistas atuarem como aliados de seus clientes para que eles se sintam seguros e confortáveis com as novas formas de realizar pagamentos.

Alguns cuidados de prevenção que são destacados em campanhas educativas também podem ser reforçados pelo varejo. Por exemplo, uma armadilha muito comum usada por golpistas é o famoso phishing, em que informações confidenciais do cliente são roubadas em links maliciosos que chegam via email. 

É muito comum que nessa época os golpistas espalhem emails dessa natureza com ofertas “boas demais para serem verdade”. Afinal, como os descontos ficam mais altos, fica mais fácil conseguir fisgar vítimas.

Para evitar esse tipo de transtorno, uma medida interessante por parte do varejo é criar uma estratégia integrada de comunicação de suas redes sociais, site, canais online e offline. Dessa forma, se o cliente recebe uma oferta por email, ele pode checar se ela é real entrar na conta de Instagram da loja, por exemplo.

Vale também gerar alertas para a base de clientes, informando os canais pelos quais a loja anunciará suas promoções e de que forma o cliente pode verificar se está consumindo informações verdadeiras sobre ofertas.

De um modo geral, bancos e demais instituições financeiras costumam reforçar a maneira como solicitam informações sensíveis de clientes, assim como criam estratégias em seus canais digitais que tornam as transações mais transparentes. A ideia sugerida aqui é que o varejo siga a mesma premissa para reforçar a relação de confiança com seus clientes.

Para que os varejistas ofereçam uma experiência mais segura, simples e fácil de usar aos clientes, a Shipay oferece uma solução que integra os pagamentos digitais no PDV da loja. Além de facilitar a vida de quem fica na operação do caixa, o sistema oferece uma segunda camada de validação na hora da compra, o que torna a transação mais segura e transparente para o cliente.

Close Bitnami banner
Bitnami