O controle de estoque é um ponto chave para quem não quer perder vendas. Organizar este setor é o caminho para evitar o acúmulo ou a escassez de produtos. Das matérias-primas aos produtos, é preciso controlar a entrada e saída de cada um no estoque da loja, seja ela física ou virtual.

Para te ajudar a fazer uma gestão de estoque inteligente, separamos 10 dicas simples que você pode pôr em prática rapidamente para dar fim a bagunça. Assim, você não perde mais vendas e aloca seus recursos nos produtos com maior saída. Confira as nossas dicas abaixo:

Automatize a entrada e a saída de produtos

Não dá para fazer um controle de estoque realmente eficiente de forma manual. A tecnologia chegou para te ajudar, então adote um sistema online e automatize o controle de estoque. Existem diversos softwares no mercado que podem te ajudar a controlar automaticamente a entrada e saída de seus produtos.

Se você ainda controla seu estoque por uma planilha do Excel, você está muito atrasado. A automatização é uma saída com melhor custo-benefício para diminuir o retrabalho, evitar erros e evitar o desperdício de recursos.

Trabalhe com estoque reduzido

Um estoque reduzido é muito mais fácil de ser organizado. Esse modelo nasceu no Toyotismo é basicamente inverte a lógica de organização, fazendo com que a demanda defina as necessidades de estoque e não o contrário.

Assim, você reduz a necessidade de espaço físico e os desperdícios, já que só investe seus recursos em produtos com maior saída, de acordo com as demandas dos clientes.

Estude sobre as principais formas de controle de estoque

Existem alguns métodos bastante utilizados por empresas para controlar o estoque e você deve conhecê-los. O primeiro é o PEPS (primeiro que entra, primeiro que sai), onde as prioridades de saída são controladas com base na ordem cronológica.

Outra metodologia é a UEPS (último a entrar, primeiro a sair), que inverte a lógica da PEPS, priorizando a distribuição dos produtos que acabaram de chegar. Também existe a média ponderada, que controla os produtos, de acordo com a média de valores dos produtos em estoque.

Padronize os itens do seu estoque

Para que não haja confusão sobre o que está e não está disponível no estoque, o ideal é que você padronize o nome e os códigos de cada item existente no seu estoque. Assim, não haverá confusão. Isso é fundamental para que você consiga controlar o estoque pelo software, sem precisar checá-lo fisicamente a cada novo pedido de compra.

Inspecione o estoque regularmente

Mesmo com a automatização, é possível que aconteçam falhas que prejudiquem o seu controle de estoque. Então, para não haver nenhum erro em relação a algum produto ou matéria-prima, é fundamental que você inspeções no estoque regularmente. Dessa forma, você pode conferir se as informações estão batendo e corrigir as falhas do seu sistema.

Tenha uma estratégia para diminuir o desperdício no estoque

Produtos e matérias-primas perdem a validade e isso leva a uma perda de dinheiro para o seu negócio. Então, é preciso ter uma estratégia bem definida para diminuir os desperdícios no estoque.

Medidas simples como acompanhar o volume de compra dos produtos, receber alertas sobre a validade dos produtos, fazer uma inspeção regular são fundamentais para diminuir o desperdício.

Assim, você consegue controlar o que entra e fazer que saía dentro do prazo. E pode alocar melhor os recursos, de acordo com a demanda, evitando o acúmulo de produtos que não tenham muita saída.

Planeje a reposição de estoque com base na demanda atual

10 dicas para organizar estoque

Portanto, estoque parado pode representar dinheiro perdido, então o ideal é trabalhar para ter um estoque se renove com frequência, sem perdas.

Por isso, será preciso planejar sua reposição não pela falta de um ou outro produto, mas pela demanda atual.

Sempre busque reforçar a reposição de produtos que mais estão saindo no período, este deve ser o seu foco. Fatores como a sazonalidade, necessidades de clientes podem fazer com a demanda varia de tempos em tempos, e ficar ligado nisso é fundamental para não ter produtos parados no estoque.

Opte por fornecedores ágeis e flexíveis

Uma gestão de estoque eficiente também depende dos fornecedores. O ideal é que você escolha parceiros que sejam flexíveis e consigam repor rapidamente suas mercadorias. Dessa maneira, você aloca bem os seus recursos e evita que um produto de bastante saída esteja em falta. Isso é fundamental para aumentar os lucros e facilitar o controle dos produtos.

Faça queimas de estoque sempre que necessário

Para evitar perdas de produtos no estoque, recorra queimas de estoque. Assim, você pode desocupar espaço no estoque, zerando os produtos que ficaram “encalhados” no último mês. Essa é a melhor maneira de diminuir os prejuízos e liberar espaço para produtos com maior rotatividade.

Se previna contra roubos e desvios de mercadorias  

Perdas financeiras também podem ser provenientes de roubos e desvios. Então, se previna contra isto. O ideal é que você tenha um gerente de confiança para checar todas as cargas que chegam. Outra boa dica é colocar câmeras de segurança no seu estoque para controlar a entrada e saída de funcionários.

Estas são as nossas principais dicas para que você organize o estoque da sua loja. Com toda certeza, se você as seguir, você terá melhores resultados de vendas e menos desperdício no seu estoque. Pronto para vender mais?

LEIA TAMBÉM: Integrar Pix ao varejo pode garantir vantagem competitiva durante a Black Friday

Segurança do PIX

Close Bitnami banner
Bitnami
Close Bitnami banner
Bitnami