Fintech, fechou rodada de capital semente com Laércio Cosentino e Guga Valente, atua como integradora de carteiras digitais nos caixas de estabelecimentos comerciais

A fintech Shipay, integradora de carteiras digitais nos caixas de estabelecimentos comerciais, acaba de fechar uma rodada de capital semente que, além de fôlego financeiro, traz dois nomes conhecidos do mercado para suporte à administração. O aporte, de montante não revelado, foi feito por Laércio Cosentino, fundador da Totvs, e por João Augusto Valente, o Guga, publicitário sócio-fundador do Grupo ABC. Os investimentos foram feitos por meio de fundos de seus family offices.

Shipay recebe aporte de fundadores da Totvs e do Grupo ABC
Shipay recebe aporte de fundadores da Totvs e do Grupo ABC

“Começamos a empresa com nosso próprio capital e quando a roda da companhia ficou bem ajustada, começamos a conversar com venture capital e family offices.

“Ficamos muito tendenciosos a essa sociedade com o Laércio, com quem já trabalhei e conheço a visão empreendedora, e com o Guga, que é um craque de varejo e gestão e transformou o marketing no Brasil”, conta Charles Hagler, co-presidente da Shipay.

co-CEOs da Shipay:
Charles Hagler e Luiz Luiz Coimbra

“Para as startups é muito importante essa decisão do sócio porque não é apenas uma questão financeira. Os dois efetivamente nos apoiam com inteligência de negócio e o Guga é presidente do conselho”, complementa Luiz Coimbra, também co-presidente da fintech.

Coimbra foi chefe de cartões no Citi e também trabalhou na área no Itaú. O co-presidente Charles Hagler fez carreira na Totvs e na área de inovação digital da Embraer.

Na solução da Shipay, o cliente informa ao caixa por meio de qual carteira digital deseja pagar, o caixa escolhe a opção desejada e o sistema de gestão gera um QR Code, que pode ser impresso ou apresentado no monitor da loja.

“Além da nossa bagagem profissional, entrevistamos dezenas de varejistas. O que víamos quando chegávamos aos estabelecimentos é que a atendente escondia a plaquinha de opção de pagamento em QR Code no caixa, para evitar complicação”, diz Coimbra.

Criada há apenas dois anos pelos dois co-presidentes e mais três sócios, a Shipay acabou sendo surpreendida com o lançamento acelerado do Pix pelo Banco Central. O que foi um susto, a princípio, se revelou uma oportunidade de expansão. A companhia já foi fundada considerando o ambiente de maior flexibilização do BC para meios de pagamento e incentivo a novos entrantes, mas antes de o sistema sem intermediação ser lançado pela autoridade monetária.

“Quando o Pix foi anunciado ficamos apreensivos com o reflexo que teria no nosso modelo de negócio. Mas, quando entendemos mais sobre o assunto, vimos que na verdade casa completamente com nossa proposta”, conta Coimbra.

“Ao trazer a facilidade de transação, retirar custo e risco de transporte de valores, o Pix foi gasolina na fogueira para gente”, diz Hagler.

Shipay carteiras digitas

A Shipay já tem parceria com 15 companhias de automação e conversas avançadas com outras 55 – o que somará um potencial de 270 mil estabelecimentos comerciais que podem usar a solução da companhia.

Conheça a solução shipay para integrar o PIX no seu sistema de caixa PDV/ERP

Close Bitnami banner
Bitnami