“A expectativa dos varejistas com a chegada do Pix é enorme.
O sistema de pagamentos instantâneos deve oferecer diversos benefícios para o varejo como taxas menores e o recebimento do valor das vendas em tempo real.”

Para entender melhor quais são as principais vantagens do Pix para o varejo, convidamos o CEO da Shipay, Charles Hagler. O executivo falou sobre os custos, os benefícios, a segurança que o Pix oferece, ele também explicou como a Shipay pode auxiliar os varejistas. Confira a entrevista abaixo:

Carteira Pix do Banco Central do Brasil

Qual é a diferença em relação a custos em relação ao uso do PIX e outras plataformas de pagamento?

 No Pix, é como se as transferências de dinheiro fossem feitas direto para a conta. Em outros meios de pagamentos, os varejistas pagam uma taxa que é combinada com o PSP e demoram alguns dias para receber o valor da venda, explica Hagler.

Já no Pix, o dinheiro cairá sempre na hora que a venda for realizada. Também já existem várias opções de taxa zero, mas mesmo as opções com cobrança de taxa, estas são bem mais vantajosas do que em vendas com cartão de crédito ou débito, por exemplo, completa.

O PIX trará mais segurança aos varejistas?

pix no varejo

Charles explica que o varejista tem esse atrativo de receber o dinheiro na hora, mas isto possui certos riscos. O PIX deve substituir, pelo menos, uma parte das transações de dinheiro em espécie, o que pode eliminar diversos problemas como o extravio, roubo, erros de contagem, entre outros.

Provavelmente, vão acabar surgindo novas formas de fraudes com o uso do PIX. E algo preocupante é que o Pix faz as transações em tempo real, o que elimina a possibilidade de estorno, o que abre uma oportunidade de fraude preocupante, complementa.

Hagler destaca que a solução da Shipay é uma maneira de contornar essa situação, já que o sistema é integrado no PDV e estará configurado com QR Code dinâmico, o uso dessa solução elimina uma série de riscos em relação a fraude em transações via Pix.

Quanto o Pix vai custar para os varejistas?

Pro varejista, cada banco pode cobrar a sua tarifa. Então, é importante que o varejista pesquise para encontrar qual é o banco ou fintech que lhe proporciona mais vantagens do Pix para o varejo.

Segundo Charles, a tendência é que os bancos e carteiras digitais optem por zerar a taxa. Com isso, os bancos tradicionais devem oferecer taxas com opções bem próximas de zero para competir nesse mercado.

Se o dono do estabelecimento ou negócio quiser, ele pode usar o Pix em uma conta digital com taxa zero e fazer uma transação sem custos todo dia para a sua conta principal em um banco tradicional sem custos, essa é uma forma dele aproveitar ainda mais as vantagens do Pix, aponta Hagler.

Pix pode reduzir a inadimplência no varejo?

prepare sua empresa para receber o pix

O Pix também substitui o boleto e ataca essa questão da inadimplência. Quem vende por meio de boleto, poderá utilizar o Pix e confirmar o pagamento na hora. Já em vendas por meio de cartão de crédito, débito e dinheiro em espécie, não há como garantir uma redução da inadimplência, explica Charles Hagler.

Quais são os principais benefícios que o Pix traz para os varejistas?

O PIX deve substituir transações em dinheiro em espécie, boleto e uma fatia das transações em cartão de débito.

Nas vendas com dinheiro em espécie, o Pix apresenta uma série de vantagens, como por exemplo, a confirmação do pagamento na hora, elimina a necessidade de troco, de fechar o caixa e de roubo. O Pix também elimina os custos e a inadimplência das transações em boleto e tem taxas mais vantajosas do que as vendas com cartão de débito, destaca Hagler.

Como a SHIPAY facilita o uso do PIX nos PDVs?

Loja Constance, cliente Data System com Pix integrado na Shipay

Hagler ressalta que a SHIPAY oferece um sistema integrado para transações via Pix, onde ele pode operar o Pix direto no PDV. Com a solução da SHIPAY, o varejista já começa a receber os pagamentos via PIX sem se preocupar com mais nada porque o sistema já está todo configurado para receber os valores.

Também buscamos a opinião de profissionais do varejo sobre o PIX. Entrevistamos Luciano Corrêa, Head de Operações da rede Mr. Cheney, e a Rachel Mendonça, diretora de gestão do franqueado na Constance Calçados. Os executivos falaram sobre as expectativas em relação ao PIX, veja abaixo:

Como seu negócio poderá lucrar ainda mais usando o Pix?

Mr. Cheney, cliente BoxPdv com Pix integrado na Shipay

No Mr. Cheney, foto ao lado, acreditamos que o custo reduzido e liquidação 24×7 do Pix trará uma eficiência operacional e que por consequência possibilitará lucros maiores, destaca Corrêa.

Rachel explica que todos os varejistas devem estar preparados para a chegada do Pix e isso deve movimentar bastante o varejo. O alto volume de vendas deve trazer uma lucratividade maior para as empresas, já que a plataforma deve substituir vendas no boleto, no dinheiro em espécie e até no débito e no crédito, e as taxas para empresários são mais atraentes, e essa é uma das principais vantagens do Pix para o Varejo, completou.

Como o Pix vai melhorar a experiência dos seus clientes?

Para Luciano, o Pix deve otimizar a experiência dos clientes, prometendo uma experiência simples, utilizando somente um smartphone que está na mão da maioria dos brasileiros. Nossa leitura é que isso terá um efeito positivo no processo de compra dos nossos clientes, completa.

Tudo será muito rápido com o PIX, pensando no cliente tudo será mais ágil, o pagamento cai na hora, o que favorece também o varejo porque isso pode ajudar a crescer o volume de vendas, destaca Rachel.  Segundo ela, a tendência é que as pessoas não precisam mais sair com a carteira, já que podem fazer tudo pelo celular com o PIX.

Como o Pix pode ajudar o seu negócio a conquistar novos clientes?

Corrêa acredita que o Pix permitirá que novos bancos, carteiras e fintechs tenham uma nova forma de gastar seus recursos.
Em outras palavras, acreditamos que ele trará um novo público para as nossas lojas.

Além de possibilitar o pagamento através de novos canais, fomentando principalmente a nova geração que tem uma interação muito forte com o mundo digital.

Para Rachel, o fato de o Pix estar em operação facilitará a atração de novos clientes, já que se torna bem mais fácil fechar uma venda na hora com agilidade e segurança. A executiva explica que os empresários precisam estar preparados para realizar transações pelo Pix e assim garantir mais vendas.

O Pix entra em operação no dia 16 de novembro e já deve ter uma grande adesão dos consumidores brasileiros. No último dia 22, o Banco Central anunciou que mais de 50 milhões de chaves já foram registradas. Será que o Pix vai atender as expectativas? Tudo indica que sim, as vantagens do Pix para o varejo são muitas, como podemos ver neste artigo!

LEIA TAMBÉM: 10 perguntas que estão fazendo no Google sobre o Pix

Close Bitnami banner
Bitnami